UNIDADES

Parceiros



15/04/2019

Número de empregos na construção civil sobe 1,35% durante primeiro bimestre


O número de empregos na construção civil brasileira subiu 1,35% nos primeiros dois meses do ano, de acordo com dados divulgados pela SindusCon-SP, em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV). Foram 30,6 mil postos de trabalho abertos no período.

“Embora positivo para este início do ano, o aumento do emprego no bimestre ainda não recuperou as 85 mil vagas encerradas no setor no último bimestre do ano passado”, afirma Odair Senra, presidente da SindusCon-SP. “A retomada de atividade segue lenta, em compasso com o baixo ritmo de crescimento econômico”.

Segmentos

No primeiro bimestre, a maioria dos segmentos da construção brasileira caiu. Infraestrutura, Obras de acabamento e Incorporação de Imóveis foram o destaque do período, registrando quedas de 1,94%, 1,77% e 1,66%, respectivamente.

As maiores altas ficaram para os segmentos Serviços de Engenharia e Arquitetura, com 7,72%, e Obras de instalação, com 6,59%.

Regiões

Centro-Oeste e Nordeste apresentaram variações negativas no primeiro bimestre de 2019, tendo os postos de trabalho retraído 1,20% na primeira região e 1,85% na segunda.

Dentre as regiões com crescimento de emprego no setor, o destaque fica para o Sudeste, com alta de 2,62%.

Estado de São Paulo

A criação de postos de trabalho na construção paulista durante os primeiros dois meses do ano registrou crescimento de 1,50%. No município de São Paulo,o crescimento foi de 0,63%.

Comparado ao primeiro bimestre de 2018, Obras de acabamento, Infraestrutura e Imobiliário foram os segmentos que mais caíram no período. Por outro lado, Obras de instalação, com alta de 7,83%, e Engenharia e Arquitetura, com 3,29%, apresentaram as maiores altas.

Houve aumento do número de empregos em todas as regiões do estado, tendo Presidente Prudente apresentado a maior variação no bimestre – 6,45%.


Original, MoneyTimes.com.br



« Voltar


Copyright © 2011 - 2013 - Cicalfer DESAFIO